30.5.17

O tal vez para olvidar que eres caminante aprendiz, que estás muriendo temprano y ya no tiene dignidad.


Já quis muito,
Tentei ser tanto na vida;
Em meio a tanta dúvida,
Muito quis, tanto fui, nada sou.

Escritor, atleta, artista...
Não há quem não desista de tanta tentativa;
Hoje mal sirvo pra reservista
De tanto sonho em que me alistei.

14.5.17

Look I gotta go, yeah, I'm running outta change; there's a lot of things if I could I'd rearrange.


Eu poderia escrever
Um livro inteiro
Sobre os planos que já tive
E não cumpri.

Um grande álbum de fotos
Dos lugares a que não fui
E anotações de livros
que não li nem escrevi.

Jogar fora alguns papeis
Notas amassadas do devir
É desistir oficialmente
De alguns planos
Deliberadamente acordar
De qualquer sonho.

Eu vou ali e volto já
Mas quem eu volto?
E qual eu deixo lá?
Ninguém que eu fui
Nada serei?

Hoje é um dia que não há,
Que mal foi, que não era
Pra ter sido, que jamais
Devia haver.

Mas estou nele, no grande
Vazio
De um universo
Inteiro
Só pra mim.

Com tantas latas de cerveja,
Roupa de outros carnavais,
Um violão desafinado
E um olhar sempre ao chão.

Sempre um novo começo
Do que não tem mais fim;
Hora de não sei quê,
Véspera de esperar nunca.

Eu vi que o tempo está parado
Eu sei que o tempo está passando
E eu quero ficar pra trás.

11.5.17

No es mi corazón el que está repicando, solamente las agujas que ya no soportan el silencio y por eso quieren salir de pecho.


Os dias baços, descoloridos,
Passam por mim com vagar.
Imprecisos, feito nuvens
De um outono que não há.

Um mês, um ano, mil séculos?
Quanto tempo se passou?, já nem sei.
Já nem sou
O que pensei.

Os dias lassos, descontínuos,
Fogem de mim sem pensar.
Sem destino, voam longe
Para alguém que não sou.

Eu pensei tanto, escrevi tanto
Tinha tanto a dizer,
Sentir, mas o quê?
Já nem sei
O porquê.

A cada dia se desmontam
As certezas, as vontades,
Uma vida inteira de outras vidas
Vãs, desperdiçadas
Em que se erguem silêncios indizíveis.

O que houve? Um país, tantas vontades
Outra pessoa?, nem conheço.
Não reconheço mais,
Pois já é tarde
E se apartam laços outrora indivisíveis.